5 Segredos de Coaching para levar seus colaboradores à Grandeza.

Written by on 24 de setembro de 2016

Não importa qual seja o papel que desempenhamos— empresários, executivos, vendedores ou profissionais de marketing , para citar apenas alguns — estamos em constante movimento, reagindo a acontecimentos do dia a dia, sentindo a pressão para executar e com foco em resultados.

Estes não são todos maus comportamentos que podemos ter, especialmente para  indivíduos com alto desempenho. Este é um espaço em que nós prosperamos. No entanto, é apenas uma questão de tempo antes de o impacto e a pressão destas atividades virem à tona em nosso comportamento. Por isso que treinar indivíduos de alto desempenho que trabalham em empresas inovadoras e aceleradas é um grande desafio.

Em primeiro lugar, vamos definir treinamento, que significa muitas coisas para muitas pessoas. Muitas vezes uma certa técnica que é referida como “coaching”, realmente não é coaching, mas é na verdade aconselhamento ou feedback.

Agora mais do que nunca, há uma grande oportunidade para trazer o treinamento em organizações. De acordo com o estudo de Gallup no local de trabalho global, apenas 13 por cento dos funcionários no mundo todo estão engajados no trabalho ou estão psicologicamente comprometidos com seus empregos e propensos a fazer contribuições positivas para suas organizações. Portanto, muitos membros da equipe “não estão envolvidos.” Se este for o caso, então por que não integrar o coaching em sua estratégia de gestão de talentos?

Não só vai aumentar o engajamento dos funcionários mas ajudará a alcançar outros objetivos de desenvolvimento de talento como desenvolver determinadas competências tais como: pensamento estratégico, resolução de problemas ou o preencher seu banco de talento com pessoas prontas para galgar posições altas. Para integrar o coaching em sua estratégia de gestão de talentos, as seguintes cinco etapas devem ser seguidas:

1. Eduque seus líderes

Comece no topo e eduque seus executivos sobre as diferenças e benefícios do coaching x aconselhamento. Entreviste-os sobre suas perspectivas em relação ao coaching e avalie  sua disponibilidade para participar e apoiar uma iniciativa de coaching. Explique os benefícios do coaching e pergunte-os onde eles ver aplicações para o coaching dentro de suas organizações.

2. Identifique coaches, participantes e patrocinadores executivos

Olhe para os indivíduos e os gerentes que podem ser treinados para ser treinadores internos dentro de suas empresas. Estes indivíduos podem estar dentro de sua gestão de talentos e áreas de desenvolvimento organizacional ou poderiam existir dentro do próprio negócio. Considere ter gestão de talento ou recursos humanos executivos treinados e credenciados pela Federação Internacional do Coach como treinadores profissionais. Como alternativa, você pode optar por utilizar coaches externos.

Se assim for, você pode enviar uma solicitação através do site do serviço de referência da Federação Internacional  Coach  ou pedir recomendações de colegas.

Ao mesmo tempo, você vai querer identificar candidatos para participar do programa de coaching. Os participantes devem estar animados para fazer parte do programa e dispostos a assumir um compromisso. Tão importante quanto identificar os coaches e participantes é certificar-se de que você tem patrocínio executivo. Determine quais executivos gostaria que patrocinassem o programa e seja um participante. Solicite que eles te apoiem em sua identificação de coach e participante, campanhas de marketing, durante a inscrição do participante e durante o ciclo de vida do programa.

3. Gerencie expectativas

Certifique-se de definir claramente as expectativas com seus coaches internos, indivíduos sendo treinados, os executivos patrocinadores e, claro, seus gestores e colegas. É melhor executar o programa  como piloto inicial e construir em cima de seu sucesso. Certifique-se de que todo mundo saiba os objetivos do programa, o compromisso com o tempo e seus papéis e responsabilidades.

4. Treine

Inscreva seus  candidatos internos ao coaching em um programa de treinamento de coaching o qual é projetado para treinar os indivíduos que trabalham dentro de empresas como coaches. Se você optar por  inscrever funcionários internos para se tornarem coaches, certifique-se de que eles estejam sendo treinados por um coach experiente em treinar coaches internos. Além disso, certifique-se de treinar os indivíduos sobre o papel e as responsabilidades do participante, enquanto  estabelece um processo claro e coerente para inscrever clientes, tempo de coaching e  clientes existentes.

5. Meça o sucesso

Antes de iniciar o programa, determine como você vai medir seu sucesso. Isso pode ser feito simplesmente usando um “net–promoter score” ou pela criação de um estudo de impacto simples. (Não precisa ser uma medição rigorosa como o ROI). Se seu programa é abraçado e utilizado (clientes de coaching  aparecem e participam do programa de coaching), Então isso é um ótimo sinal. Entrevistá-los  ou elicitar deles sobre os benefícios que eles receberam também é uma excelente ideia. Além disso, certifique-se de pedir aos gestores dos participantes do programa sobre as mudanças que eles deve ter notado nos comportamentos de seus empregados, depois de os terem treinado.

Em um tempo onde nós estamos rodeados de mudança e tendo recebendo demandas na nossa vida pessoal e profissional, a necessidade de treinamento está em alta. O coaching é um modelo engajamento, empoderamento e responsabilidade. Ele ensina aos que estão sendo treinados a serem responsáveis e a obterem seus “próprios” resultados. Ao se engajar no coaching, você está tomando uma decisão para substituir a mediocridade com alto desempenho.

adaptado de Entrepreneur


Tagged as , , ,



Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *