Perguntas Mais Frequentes


PERGUNTAS COMUNS
É de extrema importância buscar respostas e entender o processo antes da tomada de decisão de ter um Coach.
FOR ANY QUERIES

FAZENDO CONTATO

facewilsoncircle
Wilson Monteiro

info@wilsoncmonteiro.com

O que é Intervenção Estratégica?

Intervenção estratégica (também conhecida como SI) é um método dedicado a extrair formas mais práticas e eficazes de ação e comunicação estratégica de uma variedade de disciplinas: hipnoterapia Ericksoniana, terapia estratégica familiar, psicologia da necessidade humana, psicologia organizacional, neurolinguística, psicologia da influência, estudos estratégicos,tradições diplomáticas e de negociação, teoria dos jogos e outros.

Quem criou está abordagem?

O termo “Intervenção estratégica” foi criado por Anthony Robbins, Cloe Madanes e Mark Peysha para descrever suas mudanças de trabalho. Mark Peysha desenvolveu, posteriormente, a Intervenção Estratégica como uma estrutura interdisciplinar e movimento.

Anthony Robbins, Cloe Madanes, Mark Peysha e Magali Peysha são os fundadores do Coaching de intervenção estratégica. Eles têm sido poderosamente influenciados pelas grandes ideias e obras e grandes descobertas criativas na intervenção humana de Victor Frankl e de Milton Erickson.

Quando utilizar esse tipo de Coaching ?

A Intervenção Estratégica é usada em qualquer situação onde os seres humanos utilizem suas habilidades extraordinárias para trazer uma mudança pessoal e cultural positiva. Nelson Mandela e Mahatma Ghandi são exemplos magistrais  de intervencionistas que transcenderam as particularidades da religião, cultura, instituição, descrição do trabalho ou filosofia política (como um  intervencionista estratégico deve fazê-lo).

Por que o Coaching SI?

O que distingue a SI de outros estudos estratégicos é a crença de que certas soluções holísticas “se encaixam” quando as necessidades das pessoas são mais atendidas, expressadas e elevadas. De fato, essas soluções  proporcionam mais benefício por menos esforço.

A Intervenção estratégica baseia-se também nos trabalhos do grupo de Gregory Bateson, que, no final da década de 1950, deu origem ao novo paradigma de estudos interacionais e sistêmicos, o qual se tornou um divisor de águas no desenvolvimento de disciplinas como a teoria dos jogos, cibernética, neurolinguística, Psicologia organizacional, psicologia de gestão e dezenas de outras disciplinas sistêmicas.

Quantas sessões são necessárias?

Cada caso é um caso mas como padrão de 8-12 sessões.

4 sessões nos primeiros 30 dias e demais a cada 15 dias.

O objetivo da intervenção estratégica é integrar as principais ideias dessas tradições em um método de ação estratégica prática. SI engloba as estratégias que vão desde os sistemas de crenças e padrões emocionais  em um indivíduo, às relações individuais, dinâmicas de grupo, para intervenções organizacionais e culturais. Um Coach de SI bem treinado navega nessas diferentes áreas com facilidade.

O Mago do Deserto

Até o ano de sua morte em 1980, praticamente ninguém tinha ouvido falar de Milton Erickson M.D. No entanto, ele foi a primeira pessoa a descobrir o poder secreto de Coaching de vida – e o mundo nunca foi o mesmo desde então.

Veja você: antes de Erickson, os psicólogos sempre pensaram na possibilidade de mudança humana estritamente pela ótica médica. Se você desejasse mudança na sua vida, a primeira coisa que um psicólogo faria seria dar-lhe um diagnóstico. Isso faria de você um paciente em tratamento e te levaria a um longo processo de recuperação, despendendo muito tempo e não necessariamente focando na área que você necessitaria de atenção. Se você fosse uma pessoa saudável, completamente sã, buscando somente melhorar uma área da vida, não haveria como obter assistência profissional qualificada sem antes se tornar um paciente.

Erickson descobriu que a maioria das pessoas pode ser ajudada de outra maneira. Ao explorar seus recursos internos, as pessoas poderiam ser guiadas para descobrir soluções práticas que pudessem melhorar radicalmente a sua vida – aqui e agora. Elas não precisavam de um diagnóstico psicológico complexo – precisavam de ajuda prática para descobrir criativamente as soluções de vida que eram adequadas para elas. Pode-se dizer assim: tudo aquilo que você precisa para melhorar sua caminhada na vida, ou mesmo mudar a estrada e enxergar um novo horizonte, está dentro de você agora.

Erickson acreditou nesta descoberta simples, contudo, profunda e extremamente significativa, desenvolvendo um jogo original de estratégias que o tornariam o médico clínico mais hábil do século 20, e talvez de todos os tempos. Ele se tornou famoso por ser capaz de ajudar quase qualquer tipo de paciente ou cliente com seu método.

Por mais de uma década, as pessoas simplesmente se questionavam sobre as habilidades de Erickson, antes que um homem chamado Jay Haley “quebrasse o código” e escrevesse o primeiro livro analisando o método de Erickson. Então, estudiosos e estudantes de todo o mundo reuniram-se ao lado de Erickson, incluindo dois homens chamados Richard Bandler e John Grinder. Bandler e Grinder acreditavam que poderiam simplificar o método de Ericsson. Eles chamaram sua abordagem de Programação Neuro-Linguística (PNL).