Quais são seus medos?

Written by on 28 de novembro de 2016

Medo do fracasso, medo de rejeição, medo de nós não sermos o nosso melhor, quais são seus medos? enfim… medo do medo. O medo é algo comum e faz parte das nossas vidas. O medo é uma emoção básica, primária e instintiva. Acompanha o homem desde o início de sua existência como um mecanismo de defesa para a sobrevivência. E se permitirmos que ele nos domine, o medo pode nos manter encarcerados em uma cadeia chamada conforto, onde as chaves trancam as portas pelo lado de dentro, ou seja, somos prisioneiros de nós mesmos, vivendo uma vida em um falso contentamento. Um lugar onde nada de tão ruim acontece, mas nada de bom nasce e frutifica.

Contudo, o medo pode ser um aliado extremamente poderoso. Ele pode nos servir para um propósito valioso, ajudando-nos a romper os grilhões da frustração para alcançar a vida que realmente desejamos – e merecemos. É isso mesmo! Se você permitir, o medo pode se tornar seu maior motivador. Para tanto, basta direcioná-lo para algo positivo, “escolhendo” do que ter medo.

Em sua mente, se você não tem outra escolha a não ser ter sucesso, se alcançar seu objetivo não é apenas um desejo, mas um absoluto dever, então nada mais importa. Sacrifícios não serão sequer alvo de questionamento. Desculpas tornam-se pequenas e escoam pelo ralo. Você fará tudo o que for necessário e se esforçará ao máximo para que isso aconteça. É vencer ou vencer – ponto final!

É assim que algumas das pessoas mais bem sucedidas usam o medo – para alavancarem suas vidas. Em vez de permitirem que o medo se infiltre e crie raízes na mente, acabando com seus sonhos, saber que o medo real é o preço que irão pagar por não darem aos seus objetivos e visões cada grama de energia e foco que eles têm, é um grande motivador. Eles sabem que o medo real é viver uma vida onde eles se estabeleceram ou se comprometeram sem conseguir conquistar o que mais desejam – viver e conviver sem o que eles realmente queriam.

Como você adota essa mentalidade e perspectiva? Como você vive uma vida onde o medo se torna seu aliado, não seu inimigo?

Aqui estão 5 dicas para parar de deixar o medo controlar a sua felicidade e começar a usá-lo como vantagem para alavancar sua vida:

  1. DETERMINE QUE SEU OBJETIVO É UM “DEVE”

Pergunte a si mesmo o que irá te custar se você não ultrapassá-lo. Isso irá ajudá-lo a descobrir se atingir um objetivo específico é um “deve” ou apenas um “deveria”.

Soa confuso? Tente se imaginar quando tiver 80 anos, chegando ao fim de sua vida. Você está sentado em sua cadeira de balanço, refletindo sobre como você viveu sua vida. Agora, olhe para trás e veja sua vida como se não tivesse alcançado o objetivo que você está procurando neste momento da sua existência. Como isso afetou o curso de sua vida? Quais são seus arrependimentos? Para o quê você queria ter tido mais tempo? O que você gostaria de ter tentado? Existe tristeza e arrependimento? Você está se perguntando “e se…?”.

  1. RECONHECER AS DESCULPAS

É fácil colocar nossas esperanças, desejos e sonhos de lado. Nós damos desculpas: não há tempo suficiente; eu não tenho o dinheiro ou os recursos necessários; eu tenho uma família para sustentar; estou muito ocupado com outro projeto; etc. E assim começamos a nos esconder atrás dessas desculpas, vivendo vidas cheias de vazios. Desculpas confortam, são seguras. Mas desculpas também trarão você de volta exatamente para onde você começou, ou seja, para ausência do que você realmente deseja. Então, lembre-se disso na próxima vez em que uma desculpa flutuar em sua mente e a arranque daí. Tornando-se mais consciente da proclividade do seu cérebro para usar desculpas que te desestimulem, você não será enganado por elas, assim, buscará dispensá-las.

  1. ADOTAR UMA MENTALIDADE DE CRESCIMENTO

As pessoas muitas vezes desistem do que querem porque acreditam que alcançar seus objetivos está além de suas habilidades – puro instinto de defesa contra uma frustração futura, que não irá necessariamente existir. Todavia, as pessoas mais bem sucedidas promovem uma mentalidade de crescimento. Elas não pensam em suas habilidades como fixas, mas sim como flexíveis. E quando confrontados com um revés, elas se esforçam ainda mais. Elas adotam uma nova estratégia. Elas continuam buscando uma solução.

  1. A DOR DÁ UMA INSPIRAÇÃO VALIOSA

As experiências mais dolorosas podem ajudar a refinar o que você quer, e o que você não quer, na vida. Fracasso, desapontamento, becos sem saída – todos eles podem ser usados como um meio de refletir e dizer “isso não funcionou, não era o ajuste certo, então, o que eu realmente quero?” Lembre-se: somos criados para nos adaptar. Pois então, abrace esta força e use cada experiência como uma ferramenta para ajudá-lo a aprender mais sobre si mesmo e o que você realmente deve ter na vida.

  1. SAIBA QUE A FALHA É INEVITÁVEL

Você falhará. Mas é apenas parte do processo. Qualquer pessoa bem sucedida irá dizer-lhe isso. Porém, a falha oferece discernimento e corrige, inerentemente, as maneiras erradas de abordar um problema. Não há nenhum professor tão impactante quanto à estocada do fracasso. E nenhuma lição de resiliência melhor do que a queimadura da rejeição. Mas se você usar essas experiências como informações exclusivas, ajustando sua estratégia e abordagem da próxima vez, você terá uma vantagem que ninguém mais tem.

Wilson C Monteiro Coaching de Intervenção Estratégica.



Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *